Cobertura completa do resgate dos 33 mineiros no Chile

20:58

O mundo hoje esta voltado para um grande acidente! 33 mineiros forma soterrados a 700 metros de distância da surpeficie!Isso deixou o mundo espatantado!No Chile está sendo feito o maior resgate da historia da mineração!
Então decidimos acompanhar as noticias e juntamos todas nesta grande Postagem!

NO SITE DO R7.COM CONSEGUIMOS VER COMO FUNCIONA O PROCESSO DE RESGATE!
fenix chile resgate

ORDEM DOS REGASTES!

1º resgatado:
Florencio Ávalos Silva, 31 anos. Casado, pai de dois filhos, capataz da mina. É o segundo na hierarquia do grupo que ficou preso na mina. Irmão de Renán Avalos, que também ficou preso.

2º resgatado:
Mario Sepúlveda, 40 anos. Eletricista, casado, tem dois filhos. Porta-voz do grupo, é ele quem aparece nos vídeos gravados no fundo da mina e mostra ao mundo como os mineradores viviam no refúgio.

3º resgatado:
Juan Illanes, 52 anos. Casado, mecânico eletricista, ex-militar. Disse que já estava cansado de trabalhar na mina e queria comprar um táxi.

4º resgatado:
Carlos Mamani Soliz, 23 anos, operador de máquinas pesadas, casado. Boliviano e único estrangeiro do grupo. Trabalhava na mina há poucos dias quando ocorreu o acidente. O governo boliviano disse que dará casa e emprego a ele no país.

5º resgatado:
Jimmy Sánchez Lagues, 19 anos. O mais jovem do grupo, é pai de uma menina de três meses. Trabalhava medindo a temperatura e umidade na mina.

6º resgatado:
Osmán Araya, 30 anos. Casado, pai de três filhos. Trabalhava há apenas quatro meses na mina e queria mudar de emprego.

7º resgatado:
José Ojeda Vidal, 46 anos. É viúvo e diabético. Foi ele quem redigiu a mensagem internacionalmente conhecida após o acidente: "Estamos bem no refúgio, os 33".

8º resgatado:
Claudio Yañez Lagos, 34 anos. Solteiro, tem duas filhas. Estava havia oito meses na mina. Se sentava para falar com cada um de seus companheiros no refúgio.

9º resgatado:
Mario Gómez Heredia, 63 anos. Motorista, casado. É o mais experiente do grupo, filho de mineiro e trabalha em mina desde os 12 anos. Escapou de vários acidentes, mas perdeu três dedos de uma mão.

10º resgatado:
Alex Vega Salazar, 31 anos. Mecânico de máquina. Casado, é pai de dois filhos. Queria economizar dinheiro para comprar uma casa em Copiapó, cidade próxima à mina.

11º resgatado:
Jorge Galleguillos Orellana, 56 anos. Trabalha desde os 16 anos na profissão e tem uma grande coleção de pedras e minerais. Sofre de hipertensão.

12º resgatado:
Edison Peña Villarroel, 34 anos. Solteiro e fanático por esporte. Pratica cooper diariamente no interior da mina.

13º resgatado:
Carlos Barrios Contreras, 27 anos. Tem um filho de cinco anos e sua mulher soube que estava grávida uma semana depois do desmoronamento da mina San José.

14º resgatado:
Víctor Zamora Bugueño, 33 anos. Apelidado de "O poeta", já que escreve poemas à esposa. Tem um filho e espera outro.

15º resgatado:
Víctor Segovia Rojas, 48 anos. Perfurador, casado, tem cinco filhas. Escreve tudo o que ocorre no refúgio desde o dia do desmoronamento.

16º resgatado:
Daniel Herrera Campos, 37 anos. Motorista e casado. Torcedor do Audax Italiano, recebeu uma camisa do time assinada por todos os jogadores.

17º resgatado:
Omar Reygadas Rojas, 56 anos. Eletricista. É pai de cinco filhos. Em seus 30 anos como minerador, já ficou soterrado em três ocasiões.

18º resgatado:
Esteban Rojas Carrizosteban Rojas, 44 anos. Encarregado de manutenção, carregador de explosivos. É pai de três filhos. Em carta, prometeu à esposa casar na Igreja "de uma vez por todas".

19º resgatado:
Pablo Rojas Villacorta, 45 anos. Carregador de explosivos. É casado, tem um filho de 21 anos. Estava há seis meses trabalhando na mina San José.

20º resgatado:
Darío Segovia Rojo, 48 anos. Operador de broca. Tem 13 irmãos e seis filhos. Trabalhava há três meses na mina e queria abrir uma quitanda. Ele dizia que a mina "chorava" muito, porque as pedras se desprendiam.

21º resgatado:
Yonni Barrios Rojas, 50 anos. Enfermeiro. Foi encarregado de dar injeções e redigir relatórios sobre a situação dos companheiros no refúgio. É aguardado no exterior da mina por duas companheiras, que já brigaram.

22º resgatado:
Samuel Ávalos Acuña, 43 anos. Tem três filhos. Conseguiu o trabalho na mina com a ajuda do cunhado, mas gosta mesmo é de comércio.

23º resgatado:
Carlos Bugueño Alfaro, 27 anos. Não tem filhos. Antes de trabalhar na mina San José, era vigilante de segurança. Queria comprar uma casa e um carro.

24º resgatado:
José Henríquez González, 54 anos. Perfurador, casado e pai de duas filhas. É evangélico e guia espiritual do grupo.

25º resgatado:
Renán Ávalos Silva, 29 anos. Solteiro e sem filhos, seu rosto foi o primeiro dos mineradores soterrados que pôde ser visto pelo mundo. É irmão de Florencio Ávalos, o primeiro resgatado.

26º resgatado:
Claudio Acuña Cortés, 34 anos. Operador de perfuradora, tem duas filhas. Pediu a noiva em casamento do fundo da mina.

27º resgatado:
Franklin Lobos Ramírez, 52 anos. Motorista, ex-jogador de futebol. Tem duas filhas. Jogou em equipes de primeira divisão, como o Cobresal, onde foi colega do craque Ivan Zamorano.

28º resgatado:
Richard Villarroel Godoy, 26 anos. Mecânico. Será pai em breve.

29º resgatado:Juan Aguilar Gaete, 49 anos. Supervisor, tem dois filhos. Trabalha há 19 anos como minerador.

30º resgatado:Raúl Bustos Ibáñez, 40 anos. Mecânico. Tem dois filhos. Trabalhava no estaleiro de Talcahuano, mas, após o terremoto de 27 de fevereiro, decidiu migrar para o norte e buscar trabalho na mina.

31º resgatado:Pedro Cortez Contreras, 24 anos. É separado e tem uma filha. É eletricista, mas se tornou minerador incentivado pelo amigo Carlos Bugueño, que também ficou preso no soterramento.

32º resgatado:Ariel Ticona Yáñez, 29 anos. Motorista de maquinaria pesada, tem dois filhos e uma menina que nasceu durante o tempo que passou soterrado. Ela ia se chamar Carolina, mas sua esposa batizou a meninda de Esperanza, mesmo nome do acampamento localizado na superfície da mina.


33º resgatado:Luis Urzúa Iribarren, 54 anos. Topógrafo, chefe de turno. Tem dois filhos. Assumiu o comando da equipe nos 17 dias em que esperaram que as equipes de resgate os localizassem. Trabalha há 31 anos como minerador.

COMO É A CAPSULA DO RESGATE!

- Diâmetro disponível para a perfuração: 58,4 cm
- Que não tem limitação de peso
- Contar com ar, para uso pessoal
- Proteger a pessoa de quedas
- Conter uma cobertura segura e metálica
- Protege a pessoa de atritos no momento do deslocamento
- Contar com sistema de comunicação entre exterior e interior da mina.


CUSTO DA OPERAÇÃO!

Ao todo, a operação de resgate dos mineiros chilenos presos desde o dia 5 de agosto na jazida de San José custou US$ 22 milhões, conforme os números divulgados nesta quarta-feira o jornal "La Tercera".
 Grande parte da operação de resgate afetou milionários contratos de serviços e abastecimento entre as empresas provedoras e as grandes companhias mineradoras, segundo a investigação.
Este número, no entanto, não inclui a manutenção do acampamento "Esperanza", onde nos últimos dias, entre jornalistas e familiares, congregou cerca de 3.000 pessoas.
O resgate dos trabalhadores presos a 700 metros de profundidade avançava nesta quarta-feira sem contratempos e pode terminar ainda nesta quarta-feira, segundo o presidente chileno, Sebastián Piñera.
Desde o início das operações, por volta da 0h desta quarta-feira, 18 dos 33 mineiros já foram resgatados. O desabamento que os deixou preso ocorreu no dia 5 de agosto, e eles só foram encontrados 17 dias mais tarde.
Segundo o jornal, o nível de despesa no resgate dos 33 mineradores superaria as dívidas da empresa San Esteban, a companhia proprietária da jazida San José, que chegam a US$ 19 milhões.

A VIDA NOVA VAI SER FASCIL?

Primeiro vem a euforia --o grande alívio, a emoção de reencontrar a família, a comemoração de um resgate bem-sucedido.
Depois da festa, porém, os 33 mineiros resgatados na mina de San José, no norte do Chile, terão de enfrentar o retorno à vida diária, que terá inevitavelmente mudado para sempre.
Por mais de dois meses, os homens viveram no subsolo a quase 700 metros de profuindidade, no interior da mina. Os primeiros chegaram à superfície após uma tensa viagem de 20 minutos dentro de uma minúscula cápsula, e se depararam com a emoção das famílias e os olhos da mídia.
Psicólogos dizem que internalizar a experiência será um desafio. Alguns podem sofrer estresse pós-traumático na tentativa de se reajustar à vida comum.
Para o professor de psicologia da University College London, James Thompson, "o puro alívio e a alegria de sair deve tomá-los pelas próximas semanas".
Depois disso, ele alerta, podem chegar a depressão e outros sintomas.
"Pode ser que as lembranças do evento ainda causem insônia, pode ser que o sono seja problemático, pode ser que eles se peguem pensando no acontecimento muito, muito frequentemente", afirma Thompson.
"Certas coisas vão desencadear as lembranças do evento --sensações, cheiros, o cheiro da terra ou o ruído da broca. Eles ficarão surpresos ao descobrir que, mesmo tendo saído de dentro da mina, ainda se sentirão fisicamente nela."
Para o psicólogo, "se eles tiverem tido uma forte impressão de que morreriam, haverá uma enorme tensão emocional".
Cerca de um terço das pessoas que passam por traumas graves manifestam efeitos psicológicos. Mas entre os profissionais que trabalham em situações de emergência essa proporção cai para 5%.
Thompson crê que, como os mineiros já são acostumados a situações difíceis, a proporção dos que devem passar por dificuldades no futuro deve ficar entre essas duas.
Se os homens têm se mostrado alegres e joviais em frente às câmeras, a intensidade da experiência transparece nas cartas que eles escreveram para as suas famílias.
"Este inferno está me matando", escreveu o eletricista de 48 anos Victor Segovia. "Tento ser forte mas, quando durmo, de repente sonho que estou em um forno, e quando acordo me encontro nesta escuridão eterna."

MINEIRO MAIS NOVO É O QUINTO A SER RESGATADO!
Jimmy Sánchez, 19, foi o quarto dos 33 mineradores soterrados desde o dia 5 de agosto a deixar a mina San José, em Copiapó (Chile), a bordo da cápsula Fênix 2 e chegar à superfície.
É o mais jovem do grupo, pai de uma menina de três meses. Queria buscar outra profissão para poder estudar à noite.

Você também pode gostar:

Comentários
0 Comentários

0 mil comentários

Já curtiu?

+ Lidas