Referências bibliográficas - Budapeste..

10:00

424402_10150720900321449_376807926448_11121051_366394762_n_large 

O livro que irei indicar hoje, é maravilhoso trata-se de Budapeste, de autoria brasileira. Chico Buarque escreveu Budapeste como um espécie de Romance de vida real... Onde o personagem se parece muito com o Chico ele é escritor!

Em Budapeste o narrador José Costa é um ghost-writer, pessoa especialista em escrever cartas, artigos, discursos ou livros para terceiros, sob a condição de permanecer anônimo. Costa escreve os textos na Cunha & Costa Agência Cultural, firma em que é sócio com o seu amigo de faculdade Álvaro Cunha, este especializado em promover o trabalho de José Costa.
Na volta de um congresso de autores anônimos, Costa é obrigado a fazer uma escala imprevista na cidade título do romance, o que desencadeia uma série de eventos que constituem o centro da trama: casado com a apresentadora de telejornais Vanda, Costa conhece Kriska na Hungria, que o apelida de Zsoze Kósta e com quem aprende húngaro - segundo o narrador, "a única língua do mundo que, segundo as más línguas, o diabo respeita". Entre as diversas idas e vindas entre Budapeste e o Rio de Janeiro, a trama se alterna entre o seu enfeitiçamento pela língua húngara e o seu fascínio em ver seus escritos publicados por outros, bem como o seu envolvimento amoroso com Vanda e Kriska.

 

O livro é muito bom mesmo, entre as várias escalas de Budapeste à Rio de Janeiro, José narra suas grandes aventuras entre a sua busca pelo novo livro e a sua vida amorosa entre Vanda e Kriska!

Gostou?

Você também pode gostar:

Comentários
10 Comentários

10 mil comentários

  1. Minha professora de português estava falando sobre ele esses dias! Por falar em livro...

    Está tendo um sorteio do livro JOGOS VORAZES no meu blog! Passa la e concorre!abostaquadrada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não é exatamente o tipo de narrativa que me atrai porque gosto de suspense ou romance mas é uma boa pedida,porque o que apimenta a história é essa coisa do triângulo amoroso.
    http://desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bem o livro parece ser otimo, mas não e a narrativa que me atrai, mas e sempre bom variar um pouco né?

    http://www.perfeitinhablog.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, ficar na mesma coisa não é bom! ^^

      Excluir
  4. Não curto muito livros brasileiros sabe? Mas Chico Buarque parece ser um ótimo escritor.

    Garota de All Star

    ResponderExcluir
  5. Não gosto muito de livros brasileiros também, mas como a Thais disse, acho importante variarmos e ler livros de estilos diferentes.

    Laura,
    meianoiteequinze.tk

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar desse livro, também não curto muito a literatura brasileira; Mas claro que já li várias obras e gostei bastante, mas tenho minhas exeções. Pelo que você disse, o livro parece ser mesmo ótimo!
    www.viverserfeliz-renata.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi falar desse livro, e tenho vontade de ler, adoro livros com ghost-writer. O problema, é que também não tenho muita paciência com a literatura brasileira, normalmente, se usam muitas palavras clássicas que eu não entendo MESMO, e isso me cansa.

    Beijo
    http://semquerermeintrometer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ótimo post,igual ao seu blog perfect.Seguindo aqui.


    Beijos :* Quando der,passa lá // Space Girl Br (c)

    ResponderExcluir
  9. ooi amei seu blog e ja estou seguindo

    www.blog-da-tatah.blogspot.com

    ResponderExcluir

Já curtiu?

+ Lidas