A mulher do espelho.

12:05


Novamente me encontrei em um paradigma, em caminhos opostos, em questões indecifráveis. Lá estava; do outro lado do objeto refletor, igual à mim, perfeita, usando as mesmas roupas; o mesmo olhar, a mesma expressão de dúvida; de confusão. Como podíamos ser tão iguais? Complexas e extremamente diferentes em tudo? Para mim, o mundo era simples, composto por sentimentos, emoções e aquilo que conseguimos retirar dos mesmos. Absolutamente nada mais do que a simples ternura. Para ela, aquela que estava vendo, o mundo era superficial; voltado para as aparências, para a dramatúrgia, um mundo em que podíamos ser quem quissemos. Imitar quem quissemos, e ter a vida de quem quissemos. Não somos assim!... Cada pessoa, possui sua ideologia, sua questão de vida, sua visão, seus olhos sobrenaturais. Não podemos ser iguais. Existe do próprio ego existencial da humanidade, a necessidade de ser diferente; de formar diferenças. Ela, quem estava vendo através do espelho, não era eu. Era outra pessoa, alguém que de algum modo não gostava mais, não me identificava. Foi aí, então, que decidi me mudar, e seguir os meus sentimentos, que há muito estavam pulsando dentro de mim, em busca da liberdade, em busca de uma pequena luz da qual pudesse sair e sobressair ao mundo. 

Elcimar Reis. 

Você também pode gostar:

Comentários
8 Comentários

8 mil comentários

  1. Mais um grande texto Elcimar.
    Parabéns!

    senhordoseculo.com

    ResponderExcluir
  2. Adoooro o seu blog!!!!
    Lindo texto !

    Beijinhos e uma ótima noite de descanso!
    Ah, não esquece de deixar seu recadinho la no blog, estamos na semana especial das noivinhas!!!
    ;)

    ResponderExcluir
  3. A mulher no espelho pode ser mais feliz, porque não está presa na ideia de ser outra pessoa. Segue as próprias regras... E mesmo sabendo que não podemos ser iguais a ninguém, sempre insistimos nessa ideia tola de ser outro para sermos melhores... Uma grande ilusão!
    Belo texto, Elcimar.

    ResponderExcluir
  4. Aguardo o livro... comprarei com gosto ehaue...
    me perdooe a ausência... é que o Colégio não deixa... nem mesmo minha mente fluir...

    Abraços...

    ~~> http://unrealskepseis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Adorei o texto e me identifiquei muito com ele. Na verdade, passei por uma fase assim :)

    Marina

    www.marinahgattuso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do texto Elcimar, achei envolvente e muito emocionante! Confesso que pelo título achei que fosse algo de terror, rsrs. Sei lá, o termo espelho, me lembra situações sobrenaturais, rsrs. Mas enfim, suas palavras foram carregadas de sentimentos e simplicidade, gostei mesmo :D

    Beijos

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir

Já curtiu?

+ Lidas