A intermediadora.

09:00


Enquanto abibliotecava alguns livros da vasta coleção municipal da minha cidade, me deparei com uma grande e exuberante escada móvel pairada sobre uma gigantesca estante, repleta até os cantos de livros. Minha ansiedade em descobrir outro romance que me tomasse algumas tardes, não me permitiu permanecer ali apenas observando. Me aventurei em escalar a gigantesca escada móvel, tentando afastar da minha mente a possibilidade de olhar para baixo e por efeito da tontura, ter uma morte rápida e dramática em uma biblioteca. Contudo, na metade da minha escalada, um livro me chamou a atenção. Tinha uma grossura até considerável, provavelmente estaria entregue à bibliotecária em apenas dois dias, caso meus pais não estivessem em casa e o tempo de leitura, assim, fosse maior. O livro contava a estória de uma jovem menina, que se considerava sábia e deveras superior às demais garotas, por achá-las fúteis. Para mim, não era uma estória que me instigaria de tal maneira como queria. Porém, enquanto o folheava e acordava suas páginas do longo tempo de descanso, um envelope emanou do exemplar e caiu aos pés da escada móvel. O que seria aquilo? Um perdido de alguém que havia locado o livro antes? Minha fúria em descer as escadas rapidamente, quase me fez amaldiçoar o livro por ter aparecido, a escada não era tão confiável como deveria. Quando finalmente tinha em minhas mãos o envelope, meu olhos, certamente se encheram de brilho ao descobrir que não é uma dedicatória, ou um papel qualquer. Era uma carta não entregue. "De Laura para Joseph" a descrição dizia. Quem seriam essas pessoas? Decididamente peguei o envelope, guardei-o no bolso, peguei também o livro não muito interessante para servir como uma espécie de pretexto por usar a ala de leitura. Sentada na escrivaninha vazia mais próxima de mim, meu coração já não cabia mais aos peitos. Abri. Li e reli. A carta contava uma história de uma "desilusão amorosa" entre Laura e Joseph. Escrita por Laura. De acordo com o manuscrito, ela havia conhecido a biblioteca cerca de duas décadas atrás. A biblioteca havia sido o marco inicial de seu romance com o jovem bibliotecário Joseph. Pelo o que parecia, o livro "Divergências de uma possível escritora adolescente", o livro no qual encontrei a carta, havia sido a primeira recomendação de Joseph para Laura. Talvez isso me explicasse, o porquê do envelope estar no livro. Além disso, de acordo com Laura, a vida não mais fazia sentido. Joseph depois de um tempo havia finalmente conhecido os pais de Laura, contudo, com a desaprovação dos pais, Laura decidiu que só havia uma maneira de resguarda-se para Joseph. Se matou em 02 de fevereiro de 1995, a carta possuía uma data de remetente de algumas semanas antes do ocorrido. Meus olhos, à este momento já estavam lacrimejando. Afinal, estava de certo modo desenterrando um passado amoroso de duas pessoas, e bisbilhotando as últimas palavras de uma morta. Se eu estava com a carta em mãos, talvez Joseph nunca a tivera afinal. Talvez, nunca tivesse entendido os motivos de Laura para o suicídio. Peguei o envelope, coloquei no bolso, corri até a bibliotecária e a exigi que me entregasse o endereço do antigo bibliotecário. Joseph. Depois de horas de insistências e algumas mentiras. Peguei o primeiro táxi que encontrei, decidida à pelo menos explicar à um desconhecido que alguém um dia o amou. Sentada no banco de trás do táxi, me imaginei no lugar da jovem e brilhante Laura. Seria, eu, capaz de tirar minha vida por amor à alguém? Não creio. Contudo pelo o que entendi, ela havia feito o que fez, porque perdeu o sentido da vida. Creio que este seja o verdadeiro motivo. Quando se perde a força da existência, talvez não seja necessário existir afinal. Abalada com tudo o que havia acontecido, desejei fortemente estar pronta para momentos como o que Laura passou. Desejei que de alguma forma, ela estivesse comigo naquele táxi, me ajudando à contar tudo para seu verdadeiro amor. Fiquei feliz, por pelo menos ser a intermediadora de algo que significasse uma vida. 

Elcimar Reis. 

Você também pode gostar:

Comentários
23 Comentários

23 mil comentários

  1. Aii que perfeição :3
    Mas eai vc mostrou a carta pro Joseph??

    ResponderExcluir
  2. Meu Deuzuuh, que texto mais maravilhoso... Eu diria que ele está mais para uma estoria fictícia, mas okay... Fiquei curiosa.. Entregou ou não a carta? Como ele reagiu? A garota do texto, leu o livro ao qual encontrou a carta dentro?

    Espero que tenha continuação, ficou muito, muito bom, mesmo :)
    http://asalvarmomentos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto, de verdade. Você escreve muito bem. Fiquei curiosa agora haha.
    Beijos,
    chuvadeejaneiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ah eu confesso que gostaria de ver a carta sendo entregue, a reação de Joseph e o que isso levaria... O mistérios por trás desse amor... Você me deixou curiosa!
    Sua escrita é sempre envolvente e arrisco dizer um pouco misteriosa!

    ResponderExcluir
  5. É lindo demais, eu acho que se fosse eu, já teria desmaiado de nervosismo. E ai, vai ter continuação? Confesso a você, que estou muito ansiosa para saber se Joseph viu a carta e qual foi a reação de ambos. Moço, foi você quem escreveu esse texto? Ou Cronica? Muito bom, deveria entrar em concursos e amostrar para o mundo o seu talento.

    --> inocentementeingenua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ah! =/ Eu queria saber o resto da estória. Se ela conseguiu encontrar o Joseph e entregar a carta de Laura.

    rsrs
    Beijoos.

    ResponderExcluir
  7. Não leio muito esse tipo de texto. Eahauahauh
    Mas eu li esse e gostei, e só acho que você deveria continuar a história para não matar ninguém de curiosidade u_u kkkkkk

    Ah, claro que eu aceito me afiliar com o Acesso Permitido, já te coloquei na Elite de Afiliados do blog. (:

    Beijos <3
    Fofuramentos

    ResponderExcluir
  8. Entrega? SIm ou Não?! Me responda haha', amei o texto.
    Nunca mais foi lá no meu blog né?! Deixa você comigo :3
    Apaixonada pelo seu sorriso na foto *-*
    Beijos
    Beijos
    - Suck it and See - Clique aqui e vá ao blog
    - Conheça: The Strokes - Nova postagem

    ResponderExcluir
  9. COMO ASSEMMMM???? o que acontece no final? maldadeeee isso
    hahahahaha

    vai ter continuação ou a nossa intuição é que dá o final?

    www.pe-dri-nha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Queria eu encontrar uma carta de amor assim, mas tá difícil porque nem biblioteca tem na minha cidade TT^TT
    Beijos!

    PiinkCookie.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir
  11. Adorei seu texto, conheci se blog agora e vou voltar sempre.
    www.riomode.com

    ResponderExcluir
  12. Bah, que lindinha a estória >< Mesmo tendo o suicídio de Laura, achei singelo o ato do personagem em ir atrás de Joseph e contar sobre o motivo da morte de seu antigo amor ;] Muito bem escrito também.

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Ah, que incrível, parece coisa de filme Elci. No começo eu achei que fosse verdade, que tinha acontecido com você, e eu até ia te perguntar, porque realmente estava parecendo coisa de filme. O amor é o sentimento mais lindo que existe, mas eu não acho que seja algo que nos faça acabar com a vida, só acho. Talvez a Laura tenha se precipitado, se ela pelos menos tivesse entregue a carta...

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Uau! Adoro textos que me prendem até o final. E com certeza, Elcimar, esse foi um desses! Entrou na lista de meus preferidos seus ♥ A história é bem interessante. Fiquei me imaginando na situação da intermediadora, da Laura e do Joseph. Acho que não teria feito o mesmo que Laura, mas entendo o motivo dela. No lugar da intermediadora teria feito o mesmo e deve ser bom ter em mãos uma carta que não tem nada a ver com você até então, mas depois você vai ficar refletindo sobre a história. Além do mais seria como uma parte de um livro, mas real <3
    Enfim, amei mesmo! Parabéns pelo texto e pela imaginação :D
    Beijos - http://otoemduvida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Cadê o final???? Tem que ter continuação, adorei o texto, ou o trecho. Não sei bem o que é, mais ficou muito bom :)
    Myllena, Minhas Pequenas Verdades

    ResponderExcluir
  16. Interessante o texto, me prendeu desde o inicio mas no end? Mas afinal qdo vc sem para os EUA? Bjus

    ResponderExcluir
  17. Elcimar, este foi sem sombras de dúvidas o texto que, até então, mais me emocionou, tocando o íntimo do meu ser. Senti uma enorme vontade de estar no lugar da intermediadora, sentir-me presente ao momento.
    E o texto nos remete ao extremo de amar, a essência de nossas vidas e isso foi muito bem representado pela Laura que em meio um amor impossível, a vida perdeu total sentido.

    Mais uma vez, parabéns pela escrita e abraços.
    www.revolucaonerd.com

    ResponderExcluir
  18. Lindo texto, os olhos até se enchem d'agua.

    http://www.onee-day.net/

    ResponderExcluir
  19. Quero seu livro meu caro, texto lindo *--*

    blogpensamentosirreais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Uauuu....fico admirada em ver como você consegue criar personagens e situações assim...cheios de vida e emoção! sempre que passo aqui adoro, cada dia mais. Quanto a tag muito obrigada, respondo tags sim!!! ainda que no meu tempo rs...! responderei a sua com muita honra!!!

    http://www.virtualparadisee.blogspot.com.br
    abraços!

    ResponderExcluir
  21. Não sei se essa história é verdadeira ou não, mas não me importo.
    Não me importo porque eu a amei.
    Mesmo sendo uma pessoa fria (yeap, desculpe) e que me distancio das pessoas em geral, não pude deixar de sentir empatia pela principal, a garota da carta.
    Uma história que começou com uma tarde tediosa de faxina e terminando em uma história passada de um amor a lá Romeu e Julieta.
    Excelente.

    ResponderExcluir
  22. Nossa, que texto maravilhoso! Elcimar, você é um escritor incrível, ahhh!

    Queria muito ser a intermediadora de alguém, fazer essa pessoa sorrir :)

    Bjsss, viverserfeliz-renata.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Já disse o quanto você escreve lindamente bem né? :') Eu sinto cada detalhe acontecendo em minha mente ao ler um texto! É fascinante!

    Beijoos e fique com Deus! :*
    http://phora-do-ar.blogspot.com.br/

    --- AVISO ---
    Meu blog não está atualizando na lista de leituras, há algum problema no feed e não consegui resolvê-lo ainda \; se você sabe ou conhece alguém que possa me ajudar a resolver, avise no blog porfavor ! to chateada com isso, pois posto e as publicações não aparecem para meus seguidores ;s

    ResponderExcluir

Já curtiu?

+ Lidas