Berço do que pensas.

16:25

Red,white,&black

Ode à diversidade de manifestos artísticos existentes! 
Uns escrevem o que pensam, outros desenham o que lhes cabem à imaginação, outros ainda os pintam, cantam, constroem ou ensinam. O ser artístico é infinito em interpretações, e claro, o egoísmo me engole em figuras ao valorizar a minha concepção. Nada seríamos sem a linguagem, sem a comunicação, sem os pensares ou dizeres; escrever, nada mais é do que criar um caminho entre seus pensamentos e o papel branco. Tu podes clamar o amor à amada com pequenos versos, ou ainda, dissertar um livro sobre o mesmo depois. Podes imaginar um universo paralelo, que até então apenas lhe existia, e expandi-lo para as mentes de outras milhões de pessoas que não o conhecia. A palavra é teu guia, alicerce, ouvinte. Teu progenitor. 

Elcimar Reis.

Você também pode gostar:

Comentários
0 Comentários

0 mil comentários

+ Lidas