A lei da Humanidade!

19:10

Imagem de the 1975, grunge, and music

[...] e quase sem perceber me peguei observando o céu. 
Era um dia qualquer de uma semana qualquer, ele estava um azul fraco com pequenas nuvens; o sol fazia-se presente e com toda sua força aquecia-nos mais do que era necessário, mas não o odiava por isso. Embora sempre tenha preferido dias chuvosos, aquele caloroso, em especial, era inspirador o suficiente. O mundo é muito belo, basta observá-lo e verás também! Vivo entre montanhas, verdes e repletas de vida, perto de um rio que corre águas animadoras; e sempre que posso dou-me o prazer de respirar profundamente, apenas para tentar guardar em minhas memórias um pequeno pedaço da perfeição que ignoramos. 

Com pesar, assumo: ignoramos. 
O chão treme ao sentir que mais uma de suas criações fazê-se refém da lei da gravidade, ou lei da humanidade, chame-a como quiser; treme, pois tais árvores apenas caem, caem e caem; sente-se abafado, assassinado, dominado por construções, prédios, carros, dinheiro. Pobre chão! Pobre natureza! Ainda tens que observar teus rios morrerem, assim como teus peixes e aves. Como ainda nos abriga? Como ainda és nosso refúgio, se tiramos de ti tudo o que podemos? És cauteloso e sabes revidar também, eu o admiro por tal, mas peço-te, perdoe aqueles que com a ti se importam, pois não são todos que preferem anéis, joias ou cumprimentos falsos à vê-lo sangrar. O mundo não é cruel, nós somos. 

Elcimar Reis.

Você também pode gostar:

Comentários
2 Comentários

2 mil comentários

  1. "Com pesar, assumo: ignoramos." "O mundo não é cruel, nós somos. "

    Sábias palavras..triste verdade! O ser humano devasta o meio ambiente de uma forma, que não nos restará nada mais a extrair em muito pouco tempo.
    A destruição em massa que vem acontecendo, desmatamentos, queimadas, matança de animais, vitimas da ganância do ser humano, vai fazer com que as futuras gerações sofram as lamentações que nós deveríamos sofrer.

    Conheci seu blog ontem, adorei seus textos, seguindo pra não perder nenhum!

    www.detudopouco.com.br


    ResponderExcluir

+ Lidas