Enclausurada.

11:37

Imagem de drawing, hair, and draw

Ela vivia num casulo forte, que assustava, e desconfortável me deixava; era tão especial, e eu tão desajustado. Cada palavra, respiração, olhar ou risada, eram incógnitas, e eu a amava por isso. Lembro-me de ter entregado ao mundo um sorriso sincero quando em um momento qualquer, damos as mãos e por tanto tempo ficamos lá, acariciando um ao outro, e rindo do que víamos. E que orgulho eu tinha! Tão dona de si, tão dona do seu futuro, e de todos. Não existia alguém que em sua presença não se desmanchava em encantamento. Porém minha garota se foi, dando lugar à alguém que não mais conheço; sem sorrisos, perspectivas, ou qualquer ideia de um futuro, como antes tinha. Doi-me o coração ao entender o que a está acontecendo, e doi-me ainda mais ao perceber que poderia ser tão diferente, e que o erro a está tão a frente! "Pense bem meu amor!" eu a exclamei, mas teus olhos não mais à mim estavam conectados, pois estavam novamente trancados no tal casulo que me assustava. 

Elcimar Reis. 

Você também pode gostar:

Comentários
7 Comentários

7 mil comentários

  1. EU vivi esse texto, EU senti o que esse eu lírico sentiu. BRAVO! Só digo isso: BRAVO! Cada vez você, Andy, me surpreende mais! *---*

    Blog Vendedor de Utopias

    ResponderExcluir
  2. Você, como sempre arrasando nos textos.
    Não deveríamos nos trancar nesses casulos, mas confesso, já fiz isso inumera vezes. Só destroça.
    Um abraço,
    http://juliet-in-crisis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Cada pessoa tem suas nuances de personalidade, detalhes, resquícios, que não nos são totalmente conhecidos. O outro é um outro. Ótimo, Andy. Texto bem maduro. Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Eu também entendo o que a personagem passa </3 Tem horas que o melhor refúgio de si é o nosso casulo
    http://blogmrscloud.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. às vezes a gente passa por alguma coisas na vida que precisam ser vivenciadas a só, então acabo entendendo pelo que a personagem passa. Nem sempre queremos compartilhar a dor, a confusão dentro de nós, até mesmo com aqueles que mais amamos.
    Cada vez mais me encanto com seus textos Andy!
    Beijo,
    paraisodemenina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Que texto inspirador, amo suas palavras.

    Sigo seu blog a um tempo, você poderia me dar uma força com meu novo?

    Abraços...
    http://comum-dois.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Talvez esse casulo seja uma zona de conforto difícil de desapegar.
    Amei o texto, parabéns.
    http://letrasfloresecores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Já curtiu?

+ Lidas