Vida.

13:17

Imagem de fire, vintage, and hipster

Teu cotidiano não me aflora, não esquenta, não devora. 
Teus pensamentos, o infligem, mas à mim, apenas outrora. 
Batimentos, olhares, sentimentos. 
Tênue linha do descontentamento. 
Deixa-me à deriva, à espreita, da própria vida;
Querendo apenas ter a minha, à tua, envolvida.

Deixe seu comentário, e marque qual sua reação sobre o poema!
Elcimar Reis. 

Você também pode gostar:

Comentários
4 Comentários

4 mil comentários

  1. Ótimo, Endy, final surpreendente! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. E quantos não ficam à deriva, entre um querer e um não querer, um sonhar e um acordar?

    ResponderExcluir
  3. Será que tem alguém apaixonado aqui? Hahah :)
    Beijão♥

    www.ricknegreiros.com.br

    ResponderExcluir

Já curtiu?

+ Lidas