O Medievo Conotativo.

14:08

Imagem de architecture, building, and old

Gostaria de sempre poder lhes contar quais pássaros estão, aos meus pensamentos, a voar. Mas me escondo dentro das palavras, de versos e poesias bem elaboradas. Jogando-me aos braços de uma conotatividade. Porque, aos dias de hoje, dizer a verdade seria como me decapitar na guilhotina dessa sociedade.

Elcimar Reis. 

Você também pode gostar:

Comentários
8 Comentários

8 mil comentários

  1. Essa última frase é sensacional. Somos ensinados a não mentir, mas vivemos numa sociedade em que a verdade não é vista com bons olhos. Como entender?

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Selmaaaa. Somos programados para não sermos nós mesmo em nenhuma ocasião. ♥

      Excluir
  2. A verdade sempre machuca, mas sou a favor delas. Apesar de.
    Sensacional o texto, a reflexão. Esse lance de 'viva a verdade do mundo'. Triste.

    Beijo beijo beijo beijo ♥

    ResponderExcluir
  3. Lindíssimas (e doloridas de tão verdadeiras) palavras.

    ResponderExcluir
  4. As vezes a gente se poda tanto, deixamos tantas coisas.
    Acredito que isso nos livre de ter dor de cabeça.

    Besos
    http://minhaformadeexpressao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ai que cruel! Tão curto mas que causa um enorme impacto. Cê tá cada vez melhor, amando cada vez mais <3

    melninas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Belas e dolorosas palavras, Eclimar.
    Mas, nessas palavras bem pensadas, devemos ter cautela em não nos transformarmos naquilo em que dizemos e criamos — nosso falso eu.

    XOXO,
    Cartas para Carolaine // @cartasparacarolaine

    ResponderExcluir
  7. Adorei! É a pura verdade! Quero ler mais por aqui <3

    Beijão, mariasabetudo

    ResponderExcluir

+ Lidas