The OA: uma série que você precisa assistir.

16:20

Imagem de netflix and the oa

Olá queridos leitores! Venho-lhes apresentar, alimentar minha paixão por séries, e de certa forma, discutir o seriado "The OA", original da Netflix. Vou tentar distribuir a presente postagem em duas partes. Uma parte sem spoiler, para leitores que ainda não tiveram o prazer de assistir. E uma outra parte com spoiler, para leitores que queiram discutir e analisar sob uma ótica diferente o que aconteceu na série. 

PARTE SEM SPOILER. 

Primeiramente, gostaria de contar-lhes sobre minha experiência pessoal em relação ao seriado. Lembro de quando a Netflix anunciou a data de estreia da série, bem como de quando poucos dias depois ela já estava disponível, e consequentemente, eu já estava assistindo. Porém, confesso ter assistido o primeiro episódio e NÃO gostado. Parei de assisti-lo entre o minuto 15 ao 20 do primeiro episódio. Já deixo o alerta, o primeiro episódio é longo e é um pouco monótono. Então... seja forte! 

Após o primeiro contato que acabei de narrar acima, eu de certo modo esqueci da série. Não assisti mais. Acabei me interessando por outras coisas e parei. Contudo, essa semana voltei a assistir porque não havia mais nada de interessante para ver. Ou seja, The OA foi como: a última opção de entretenimento para mim! Agora confesso: como eu gostaria de não ter sido assim! Eu deveria ter assistido tudo naquela primeira vez! 

Imagem de the oa

Dito isso, assisti. E que série incrível! I N C R Í V E L. The OA é uma série para poucas pessoas, penso eu. Não é uma série para qualquer família ou para qualquer grupo de amigos. Acredito que muitas pessoas, inclusive seus amigos mais íntimos poderão parar de assistir no meio de tudo e nunca mais querer saber do seriado, dizendo que é ruim, monótono e extremamente entediante! Sim, isso pode acontecer! Por isso, a tese que eu defendo é: THE OA É PARA POUCOS! É PARA PESSOAS ESPECIAIS! 

Mas porque The OA é para poucos assim? A série é um pouco confusa. E quando digo pouco, quero dizer muito. Nem todos os episódios são realmente animantes, e as vezes as coisas podem ficar monótonas mesmo. E em algumas partes não temos a oportunidade de conhecer todos os personagens e tudo o que realmente está acontecendo. Mas, posso afirmar... VALE MUITO A PENA ASSISTIR ATÉ O FINAL. E ainda adverto-lhes quando a algo: é necessário um pouco de atenção. Para que lá na frente, bem lá no final, você possa contemplar algumas indagações que nos são permitidas. 

Confira abaixo a sinopse oficial: 

Prairie Johnson é uma garotinha cega que desaparece. Sete anos depois, ela retorna, com a visão perfeita. A jovem (Brit Marling) tenta explicar aos pais o que aconteceu durante a sua ausência. Para a surpresa de todos, ela diz que nunca realmente se foi, mas estava em outro plano da existência... num lugar invisível.

Enfim, caso você ainda não tenha assistido The OA. Te digo: vale muito a pena assistir. Mas é necessário um pouco de esforço, e um pouco de atenção para realmente entender a série. Porque como eu disse: não é para qualquer um. Além disso, caso você precise de um empurrãozinho para ver, te digo: O FINAL É DE MORRER! 

Imagem de netflix and the oa

PARTE COM SPOILERS. 

Ademais, querido leitor! Caso você seja uma daquelas bravas e especiais pessoas que já teve o prazer de assistir The OA. Precisamos conversar um pouquinho. E preciso lhe pedir uma coisa: me diga nos comentários quais foram suas sensações, seus pensamentos e suas percepções sobre o final da série. Porque confesso ter terminado com aquele ar de: o que acabou de acontecer aqui? Então preciso saber quais foram os sentimentos de outras pessoas sobre o final também! 

Não é segredo algum, para os que já assistiram o seriado, que ficaram muitas coisas abertas e sem respostas. À exemplo: The OA mentiu e criou tudo, ou tudo realmente aconteceu? O que aconteceu com Homer? The OA morreu no final ou foi para outra dimensão? Aqueles livros são dela mesmo? O portal foi aberto na última cena? Enfim... temos aí uma onda de inúmeras perguntas sem respostas e que conseguimos criar só de assistir o final da série. Além de inúmeras outras no decorrer, como: o que aconteceu com o Hap e os outros quatro?

Eu terminei de assistir The OA, pensando: o que acabou de acontecer aqui? Tive uma ligeira sensação de que eu não tinha prestado atenção em nada na série, e que provavelmente eu tinha uma certa deficiência de interpretação... mas NÃO galera! NÃO! É isso mesmo! O final da primeira temporada é justamente para nos deixar mergulhados nesse mar de questionamentos! 

Como eu sou uma pessoa que jamais iria descansar a mente e os questionamentos sem antes conseguir saber ou tentar saber de alguma coisa a mais, fui pesquisar. E dentro das minhas pesquisas encontrei um blog chamado "Mix de Séries", que tentou fazer, a partir dos episódios, algumas teorias que poderiam explicar o que aconteceu na primeira temporada. Perguntas como: The OA mentiu ou contou a verdade? Ou então... A verdade sobres os livros? Essas e outras teorias estão disponíveis na postagem do blog. Vale muito a pena ler. 


Mas para quem estiver com uma certa preguiça literária de ter que ler várias teorias sobre a série, não se preocupe! Tenho a solução, e é ainda uma melhor. Dentro das minhas pesquisas encontrei uma vlogueira chamada Carol Moreira, que fez um vídeo contando sua opinião sobre o seriado, e as várias teorias explicativas, e até mesmo algumas teorias que ela mesma conseguiu desenvolver. Então, assista o vídeo abaixo e tente entender também. ♥ 


Enfim, conte-me nos comentários quais foram as experiências que você teve com a série, caso já tenha assistido. Ou se, pelo menos, consegui criar uma mera expectativa e curiosidade que lhe fará assisti-la um dia. E caso já tenha visto, conte-me sobre o achou do final! ♥ 

Elcimar Reis. 

Você também pode gostar:

Comentários
10 Comentários

10 mil comentários

  1. Ainda não tinha ouvido falar dessa série e vou ser bem sincera: não entra na minha lista hahahaha. Amo séries de comédia, ficção, suspense ou ação, mas tenho um grande problema em me apegar a elas. Uma série bem falada que nunca me dei: Sense 8. Minha amiga ficou p da vida comigo porque a série é tudo pra ela, mas não é muito fácil de entender e de problemas só os que a vida já dá de graça pra gente, né? hahahahaha.

    Born in 1996

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creiiio Renataaaa! uhaushuas, mas o que dá vida sem sairmos um pouco do cotidiano e dela própria? Acho que super você deveria colocar The OA e Sense8 na sua lista de séries! uahsuhaus. ♥

      Excluir
  2. Não conhecia a série, mas já quero assistir. Outra que está na minha lista é Sense8, quero muito ver, cê conhece? O que achou?

    melninas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu já ouvi muito falar dessa série "The OA" e estou doida pra assistir, agora fiquei com ainda mais vontade hahaha!
    Adorei o post!
    Bisous,
    Blog Pequeno Muffin | Lara Reis
    www.pequenomuffin.com.br

    ResponderExcluir
  4. Só leio e escuto coisas ótimas sobre a série, tô pensando em dar uma chance!

    Beijão, mariasabetudo

    ResponderExcluir
  5. Quando vi a série no catalogo da Netflix me interessei, mas acabei por ver outras séries e não voltei, mas pretendo assistir sim, porque já me falaram que é bem legal.
    madrugadaestrelada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Só li a parte sem spoilers porque ainda não comecei a assistir a série! Adorei a premissa, quero muito assistir!!! (e voltarei para ler a parte com spoilers depois)

    ResponderExcluir
  7. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHH♥
    Segunda temporada já tá confirmada, hein? Minha Prairie está viva! (ou não, mas enfim)
    Eu assisti uns dois dias depois do lançamento. Possivelmente foi a série mais rápida que assisti. Assisti em dois dias porque só fui assistir à tarde no primeiro dia, mas bem que podia assistir tudo de uma vez. Cara, eu amo tudo naquela série, os atores, o roteiro, a trilha sonora e aquela fotografia maravilhosa. Ah! E ainda tenho um amorzinho pelo núcleo da Rússia e a Prairie linda falando em russo - que eu nunca parei pra pensar que tem uma sonoridade linda de se ouvir, falando nisso.
    Sobre teorias: eu realmente ESPERO que não seja tudo mentira da OA - apesar de que há provas mais que suficientes para que não seja -, eu acho que o detetive forjou os livros na casa dela, que toda a história do porão é real e eu espero que Hap tenha tido uma EQM e não tenha voltado, aliás, espero que tenha morrido mesmo. :P Enfim, dos vídeos de teoria que vi, o que mais gostei é de um canal ~meio~ desconhecido chamado Coxinha Nerd. Eles fizeram duas partes de vídeo, incluindo até alguns exemplos reais de EQMs e adicionaram várias teorias próprias também. Eu tinha visto esse da Carol Moreira nos vídeos relacionados e não dei muita atenção, mas vou ver tentar ver logo - é só que dá uma preguicinha de tanto tempo de vídeo haha.
    Enfim²... The OA é sensacional, sem mais. Eu sou um dos poucos! Eu sou especial! E aproveitando do gancho dos outros comentários - que eu li, porque sou dessas - também quero ver Sense8 porque parece que desgraça a cabeça, e se a vida real já nos ilude tanto porque não se deixar iludir com as séries?

    Boa semana pra você Elcimar!

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
  8. Tive medo de ler os spoilers já que to no primeiro episódio chatinho, maaaas não vou abandonar a série! Parece ser muito boa.

    Primeira vez no seu blog e já to adorando e seguindo <3

    xox
    Próxima Primavera
    Participe do sorteio de 1 ano do blog (2 livros + brinde)

    ResponderExcluir
  9. Quando vi o trailer e li a sinopse, me interessei de cara, porém desanimei quando me disseram que era horrível. Mas como sou uma pessoa que ama teorizar, irei dar uma chance sim, pois quero poder dar minha opinião sobre a trama, então quando eu assistir, me aguarde que estarei comentando contigo minha teoria, porque sou desses. Parabéns pela postagem e sucesso!

    Com amor,
    Rascunhos de Tom

    ResponderExcluir

Já curtiu?

+ Lidas