Um ano de "Dangerous Woman". ♥ FAIXA POR FAIXA.

14:15


Há exatos 365 dias, Ariana Grande mudou completamente o destino de sua carreira musical com o lançamento de seu terceiro álbum de estúdio, denominado "Dangerous Woman". Creio que quando o assunto seja "Ariana Grande", não se precisa de muita introdução. Mas, como não posso presumir o conhecimento, vou-lhes apresentar, rapidamente, a artista. 

Ariana Grande é uma cantora, compositora e atriz norte-americana, de apenas 23 (vinte e três) anos de idade. Lançou seu primeiro álbum em 2013, denominado "Yours Truly", e com o single "The Way" alcançou o reconhecimento de que precisava para o início da carreira. Apenas um ano depois, em 2014, Ariana lançou seu segundo álbum, "My Everything", que a colocou nos holofotes mundiais com grandes singles em primeiro lugar nas paradas internacionais e do iTunes. "Problem" com a participação de Iggy Azalea, "Break Free" com a participação de Zeed, e "One Last Time" a transformaram em um das artistas mais reconhecidas do ano. 

Contudo, foi no dia 20 de Maio de 2016 que Ariana Grande lançou seu terceiro álbum de estúdio, "Dangerous Woman". Álbum este que a consagrou, definitivamente, como uma da artistas mais influentes da década. Diferentemente dos álbuns anteriores, Ariana trás uma sonoridade diferente em "Dangerous Woman", mais madura, sexy e com estilos musicais diferentes. Todas as faixas possuem um conceito diferente e único. Há o "pop" tão agradável ao público internacional, mas também há o "R&B" para os seletos gostos e os estilos mais "House Music". 

Originalmente, o álbum seria denominado de "Moonlight", nome da primeira faixa. Contudo, pouco tempo antes do lançamento, Ariana decidiu intitulá-lo "Dangerous Woman". Decisão, esta, aclamada pela crítica, pois a faixa "Dangerous Woman" consegue expressar de uma maneira melhor o conceito principal e maduro do álbum como um todo. Enquanto "Moonlight" seria uma faixa romântica e doce demais para o conceito sexy da obra final. 


Nome: Dangerous Woman
Nota: * * * * *
Faixas: Onze. 
Lançamento: 20/05/2016
Gênero: Pop, R&B
Gravadora: Republic Records
Produtores: Ariana Grande, Max Martin, Savan Kotecha, Tommy Brown, Ilya Salmanzadeh, Johan Carlsson, Twice as Nice, Steven Franks, Peter Svensson e Billboard.

Sou extremamente fã da Ariana. A acompanho há muito tempo. Desde 2013, antes do lançamento de seu segundo álbum, para ser mais exato. Lembro-me que no dia do lançamento de "Dangerous Woman", eu estava indo para faculdade quando baixei o álbum pelo Spotify e fui escutando no ônibus mesmo. E ouvi-lo pela primeira foi incrível. Desde então, é sem dúvidas um dos meus álbuns favoritos. 

Atualmente, Ariana Grande está realizando a "Dangerous Woman Tour" por vários países do mundo. A seleção de músicas está incrível, e o show é um espetáculo. Vale lembrar que Ariana ira realizar shows mês que vem no Rio de Janeiro e São Paulo. ♥


1 - Moonlight 

"Moonlight" é a primeira faixa do álbum. E é uma das minhas preferidas. Os vocais são simples, serenos e com um leve acompanhamento musical (que vai crescendo ao longo da música). Lembra um pouco as faixas introdutórias de seus últimos álbuns. Seria, como disse anteriormente, o nome do álbum. Mas concordo com os críticos. A música é um quebra-gelo do conceito principal do álbum em si. Quando escuto "Moonlight", fico me imaginando numa noite, deitado em um campo, olhando a lua e as estrelas. É muito gostoso. ♥. "É uma das faixas mais suaves, elegantes e românticas do repertório. Possui uma vibração doo-wop, cordas delicadas, seção de violinos, harpas e belíssimos vocais. Essa canção encaixa-se no álbum como uma ponte entre os discos “My Everything” e o “Dangerous Woman." - disse Leo Almeida, crítico do site Busterz. 



2 - Dangerous Woman 

"Dangerous Woman" é o lead single do álbum, e a faixa responsável pelo título. É uma mistura do "pop" com o estilo "R&B". Define perfeitamente a intenção de Ariana com o novo trabalho, visto que trás um conceito mais sexy e madura para a artista. E o que eu gosto sobre esta faixa, é a capacidade de Ariana a cantar ao vivo. Todas as apresentação e divulgações em eventos feitos durante o ano foram espetaculares. Outro aspecto que eu gosto bastante e que foi, inclusive, bem avaliado pela crítica, é o acompanhamento da guitarra. Algo música difícil de encontrar em músicas "pop". 


3 - Be Alright

"Be Alright" é, na minha opinião, uma das músicas mais fantásticas do álbum. Confesso que, no início, não havia gostado tanto. E a intitulava de "a música mais fraca" do álbum. Contudo, depois de um tempo consegui entender o conceito e a amar incondicionalmente. "Be Alright" possui o toque de "R&B" mais forte dentre todas as músicas, além de uma pequena eletrônica fantástica e sem exageros. Os vocais são excelentes e lineares; e que acompanham o crescimento proposto pela faixa. A letra é gostosa e incentivadora. Gosto bastante, também, das apresentações ao vivo dessa música. Inclusive o vídeo acima é a minha preferida.


4 - Into You

"Into You" é outra faixa que representa tudo o que o álbum quis expressar. Nesta música, Ariana nos envolve com sensualidade e subjetividade. A letra é excelente e sugestiva. Ariana canta no início: "I'm so into you, I can't barely breathe", ou seja, "Estou muito a fim de você, não consigo respirar"; o que, de acordo com a crítica, seria seu eu-lírico dizendo o quanto está apaixonado por alguém. "Into You" começa como uma faixa calma, com batidas demarcadas e no refrão se transforma em quase outra música. O que eu mais gosto nesta faixa são os agudos em segundo plano bem no final. ♥ UM HINO. 


5 - Side to Side 

"Side To Side", desde o início, foi uma das minhas faixas favoritas do álbum. É uma mistura gostosa de pop, com uma pegada Reggae muito bem colocada. A faixa foi aclamada pela crítica, e se tornou o maior sucesso do álbum, ultrapassando os streams e visualizações da faixa principal, Dangerous Woman. A canção é a maior exteriorização da nova fase de Ariana Grande, uma música sexy, madura e envolvente. É a primeira participação do álbum, e Nicki Minaj colaborou muito bem! 


6 - Let Me Love You 

"Let Me Love You" é um misto de sentimentos. Com a participação do rapper Lil Wayne, a música tem uma conotação romântica de um lado, mas é bem desenvolvida para o lado sexy do outro. Os vocais são suaves, quase sussurrados. Acho este um dos pontos mais positivo da música. Tem uma pegada mais R&B, e é extremamente gostosa de ouvir. Contudo, a única crítica que faço em relação à faixa é sobre os vocais do refrão. O mix feito no refrão, justo quando Ariana canta o nome da faixa, "Let me love you", é um pouco negativo para as apresentações ao vivo da cantora. Porque, claramente, é editada no estúdio e se torna impossível de fazer ao vivo. Até então, tudo bem. Contudo, é o ápice da faixa, e Ariana não cantar logo o ápice da faixa nas apresentações ao vivo, me deixou um pouco cabisbaixo. 


7 - Greedy 

"Greedy" é uma das melhores canções do álbum, sem dúvidas. É uma faixa contagiante, inspirada no pop-dance anos 80, funky e jazz. Os vocais são incríveis e muito bem colocados, Ariana consegue subir em notas extremamente altas nesta música. As apresentações ao vivo não deixaram nada a desejar. Ficaram incríveis. É uma música para dançar, comemorar, se divertir. 


8 - Leave Me Lonely 

A colaboração entre Ariana Grande e Macy Gray é espetacular em "Leave me Lonely". A música é madura, bem escura e com backvocals capazes de arrepiar. É uma das minhas canções preferidas. Chega a ter uma pegada mais teatral e R&B. 


9 - Everyday 

"Everyday", de início, não agradou a crítica especializada. A canção foi considerada repetitiva demais e em discordância com a temática do álbum em geral. O que, na minha opinião, não tem fundamento algum. A música tem uma intenção lírica extremamente sexy. Embora a letra seja, de fato, repetitiva. A participação do rapper Future se encaixou perfeitamente, e é uma das faixas mais viciantes do álbum. O lyric video ficou, na minha opinião, melhor do que o clipe em si. 


10 - Sometimes 

"Sometimes" é um canção extremamente especial. É um quebra-gelo do conceito do álbum em si. A música tem uma pegada mais romântica e batidas de violão. Vocais espetaculares que se encaixam perfeitamente. 


11 - I Don't Care

"I Don't Care" foi eleita, pela crítica especializada, a pior faixa do álbum. É um alívio do conceito do álbum em si. Uma faixa mais densa, com uma intenção mais reflexiva e vocalizes espetaculares. Embora seja por muitos considerada a pior faixa do álbum, eu gosto bastante. Principalmente da pegada no violino e das vocalizes. 


12 - Bad Decisions 

"Bad Decisions" não é uma das minhas faixas preferidas. Acredito que a música tenha um tempo muito corrido, e isso não me fez curtir muito. Contudo, possui vocais muito bons e uma pegada dance-pop ótima. Ariana expõe sua transformação nesta faixa ao perguntar: "nunca viu uma princesa ser uma vadia má?". Muito boa. 


13 - Touch It. 

"Touch It" é de longe,  A MINHA FAIXA PREFERIDA, sem dúvidas alguma. É uma faixa de balada romântica. A letra é incrível, e mesmo sendo romântica ainda consegue expressar o lado sexy do conceito final do álbum. O que eu mais gosto na faixa são os vocais do final, a canção é espetacular do início ao fim. Tem pegada de "pop", R&B, e vocais surpreendentes. HINO TOTAL. ♥


14 - Knew Better/Forever Boy. 

"Knew Better/Forever Boy" é uma das faixas mais interessantes. É uma daquelas músicas que saem do comum. Um misto de duas canções que se encaixam naturalmente, mas possuem intenções e contextos diferentes. No fim, a união das músicas acaba mostrando a linha do tempo de uma história. Muito inteligente!


15 - Thinking Bout You 

"Thinking Bout You" é uma das faixas que possui o melhor crescimento musical do álbum. Ela começa lenta e com vocais mais suaves e vai crescendo, tomando uma nova forma ao decorrer do tempo. Foi uma ótima maneira de fechar o álbum, os vocais são espetaculares. E as perfomances na Dangerous Woman Tour são incríveis.

E você? Já havia escutado todas as faixas do álbum? Qual é a sua preferida? Deixe nos comentários! ♥ 
Elcimar Reis. 

Você também pode gostar:

Comentários
4 Comentários

4 mil comentários

  1. VEEI AMO TODAS ESSAS MUSICAS
    Que voz meu deus, que voz
    É dificil escolher uma preferida viu, nao sei como você conseguiu kkkk
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SSSSSIIIIM. É MUITO DIFÍCIL ESCOLHER UMA DENTRE TODAS AS MÚSICAS. Mas Touch It é Touch It! ♥

      Excluir
  2. Oi! confesso que acompanhei mais o trabalho dela como atriz. Mas dá para perceber como ela amadureceu e se transformou em mulher na carreira musical. E a voz dela é linda. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
  3. Lembro que a primeira vez que ouvi Ariana Grande nas rádios, pensava que era nova música da Mariah Carey, hahaha! Mas essa menina arrasa mesmo né? Eu achei genial esse nome do álbum ser Dangerous Woman, porque vamos combinar que surte um efeito bem maior que Moonlight. Quando saiu o CD no Spotify, fiz questão de ouvir tudo e adorei quase todas as faixas mesmo. Pulando as faixas hits que nem tenho muito o que comentar, é obvio. Be Alright é bem gostosinha de ouvir, eu adorei demais. Into You também é muito boa, principalmente quando vai chegando no refrão, dá vontade de levantar e sair dançando né? Confesso que a faixa que eu mais amei foi Let Me Love You porque tem uma batida muuuito sexy e ainda tem o Lil Wayne <3 Posso dizer que é a minha favorita desse álbum sim. Porque desde que ouvi pela primeira vez, me apaixonei. Quando virou clipe <3 muitos amores, hahaha! Por incrível que pareça ainda não ouvi essa nas apresentações pra saber como ela faz essa parte do refrão. Mas sei que ela é incrível e deve ter arrumado um jeito bom de poder cantar. Greedy é muito anos 80 e eu amei demais essa batidinha, coloquei no CD que fiz pro meu pai colocar no carro e ele adorou, hahaha! Leave Me Lonely é outra que tem uma batidinha devagar e sexy também, bem teatral e maravilhosa para ouvir. Everyday pode ser bem repetitiva, mas gruda de uma forma boa, porque não chega a se enjoada pela repetição como as outras músicas né? É uma repetição boa. A participação do Future ficou boa mesmo. Acho que foi o que fez com que a música não ficasse enjoativa. Sometimes eu já imagino ouvir ela em um luau com o sol se pondo, sabe? Hahaha! I Don't Care é bem sexy e lembra as pops lentas de antigamente né? Eu gostei também, não sabia que tinha sido eleita a pior faixa do álbum. Bad Decisions é muito boa! Traz a mensagem certa pro momento certo, haha! Fora que dá pra cantar sendo fofa né? Bem Ariana, hahaha! Me imagino ouvindo Touch It fazendo uma road trip, to louca? Talvez. Mas acho que a música super combina. Nunca tinha reparado que a faixa 14 era uma junção, tipo eu vi que o nome tinha uma barra separando e tal, mas nunca tinha reparado na mistura. Gostei! Thinking Bout You é um bom fechamento do álbum mesmo. Dá pra ficar cantarolando por dias o nome da música no refrãozinho né? Hahaha! Só sei que to triste por não poder ir no show dela aqui no Rio por motivos de: fiquei desempregada e ela anunciou bem perto do dia que tinha acontecido :(
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir

Já curtiu?

+ Lidas